07
Mai 15

Os nossos queridos vizinhos da Ibéria comum,costumam afirmar que nós luso descendentes temos o "fétido" costume de "merdificar" tudo;è verdade,não só por falta de "polimento"mas também porque a realidade a isso nos obriga.

A vida está uma merda,pagamos impostos de ricos, e afinal quedamos tesos que nem um barrote.Ouvimos discursos com argumentos de merda, as nossas elites são formadas maioritariamente por merdosos.

A situação económica está melhor ,mas  merda, isso ainda não se sente no quotidiano das pessoas.O turismo vai de vento em popa,no entanto não explicam que essa merda é porque os nossos "hermanos",tendo maior poder de compra escolhem Portugal para viajar como se fossem para uma qualquer "autonomia".Tentam lançar areia para os olhos da "populaça", mas não vale a pena,atascada em merdas e merdas de contas para pagar, quer lá saber de merdas como essas.

Olhem já nem sei que faça,cada dia que passa parece cimentar-se a ideia que esta merda assim não vai lá.Merda de debates e planos, agora vai, e depois não acontece uma merda  que valha a pena.

Estamos fartos de merdas,levamos a vida laboral a pensar na aposentação, 43 anos de descontos e ao fim e ao cabo,golpeiam as pensões com a merda dos cortes.Fartos de pensar nestas merdas todas, vejam lá onde chegamos: Escrevemos esta merda de texto, e sabem porque?Sei lá! Que grande merda... 

@ Júlio Cortez Fernandes às 20:10

Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008


ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO